| Login | Crie o seu Jornal Online FREE!

Conexão Ciência
Desde: 15/04/2004      Publicadas: 835      Atualização: 20/11/2011

Capa |  Agenda  |  Editorial  |  Entrevista  |  Estante  |  Expediente  |  Notas  |  Notícias  |  Reportagem  |  Reportagem Especial  |  Reportagem Especial


 Estante

  19/11/2007
  0 comentário(s)


A eternidade do estilo Clariciano

Professor e estudioso de Clarice Lispector, Edgar Nolasco falou da influência da autora na literatura contemporânea e no ensino de Literatura

A eternidade do estilo Clariciano Pauta e Reportagem: Bruna Lima
Edição: Larissa Ayumi Sato e Vitor Oshiro


"Enquanto eu tiver perguntas e não houver respostas , continuarei a escrever."
Clarice Lispector


Um dos destaques do curso "Clarice - 30 anos depois", que ocorreu nos dias 5 e 6 de novembro em Londrina, foi o professor Edgar Cezar Nolasco, graduado em Letras pela Universidade Federal do Mato Grosso do Sul (UFMS) e mestre e doutor em Estudos Literários pela Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG). O professor, que escreveu livros específicos sobre a obra de Clarice como Claricianas (7 Letras, 2007), Nas Entrelinhas da Escritura (Annablume, 2001) e Caldo de cultura: A Hora e a Vez de Clarice Lispector (Editora da UFMS , 2007), veio à Londrina especialmente para palestrar no curso e falou com nossa equipe sobre a obra e a influência de Clarice Lispector na literatura atual.

Conexão Ciência: Qual influência o estilo de Clarice Lispector trouxe à literatura contemporânea?
Edgar Cezar Nolasco:
Diria que depois da obra de Clarice é difícil os demais escritores não serem influenciados pelo estilo clariciano. Na verdade, isso ocorre com qualquer grande escritor.

ConCiência: Quais características das obras de Clarice Lispector são vistas nas obras literárias atuais?
Edgar Nolasco:
As características vistas são principalmente o modo de escrita breve, conciso e direto.

ConCiência: Quais autores recentes mais se aproximam de seu estilo de escrita?
Edgar Nolasco:
O primeiro e maior exemplo dessa proximidade foi Caio Fernando Abreu ( Onde Andará Dulce Veiga?). Depois vem João Gilberto Noll (Canoas e Marolas), mas há muitos outros jovens autores que lembram no estilo a escritora.

ConCiência: Como suas obras podem ser utilizadas nas aulas de literatura e redação?
Edgar Nolasco:
A leitura de suas obras seria principalmente uma forma de aprendizado para se aprender a ler e escrever melhor. Afinal, Clarice foi uma exímia escritora.

ConCiência: Quais são as mais destacadas?
Edgar Nolasco:
Posso citar Perto do Coração Selvagem, Água Viva e A Hora da Estrela como as melhores obras.

ConCiência: Em quais séries as obras de Clarice podem ser utilizadas em sala de aula?
Edgar Nolasco:
Em todas, por que não? Qualquer pessoa que tenha sido alfabetizada pode ler suas obras, posto que ela escreve de forma muito clara e simples.

ConCiência: Como o senhor resumiria a importância de Clarice e sua obra para a literatura atualmente?
Edgar Nolasco: Sinceramente acredito que a literatura brasileira não seria a mesma se não tivesse havido Clarice Lispector, principalmente porque ela quebra todos os valores estéticos impostos à literatura canônica.

Legenda:
Clarice Lispector: obra ainda influencia autores contemporâneos

Ano 4 - Edição 28 - 19/novembro/2007






Capa |  Agenda  |  Editorial  |  Entrevista  |  Estante  |  Expediente  |  Notas  |  Notícias  |  Reportagem  |  Reportagem Especial  |  Reportagem Especial
Busca em

  
835 Notícias